Perguntas Mais Frequentes | Unidos pela nutrição clínica

Perguntas Mais Frequentes

Encontre as Respostas de Algumas das Perguntas Mais Frequentes.

Qual é o objetivo da “Unidos pela nutrição clínica”?

A “Unidos pela nutrição clínica” foi criada para aumentar a conscientização sobre a desnutrição relacionada a doença. Essa iniciativa concentra-se no problema da desnutrição relacionada a doença e no seu grave impacto sobre a saúde física dos pacientes, o aumento das complicações e a recuperação mais lenta da doença e da cirurgia. Queremos trabalhar em conjunto com profissionais da saúde apoiadores na detecção precoce da desnutrição relacionada a doença por examinar esses pacientes e fornecer a terapia nutricional adequada. Compartilhamos o objetivo mútuo de reduzir as internações hospitalares dos pacientes e as reinternações por meio da otimização da terapia nutricional clínica.

Para ler mais a respeito da “Unidos pela nutrição clínica”, clique aqui.

O que é desnutrição relacionada a doença?

A desnutrição relacionada a doença é definida como má nutrição decorrente de doença, inflamação, comprometimento da absorção e/ou má ingestão nutricional. Um Comitê Internacional de Diretrizes, realizado na Sociedade Americana de Nutrição Parenteral e Enteral (ASPEN), e os congressos da Sociedade Europeia de Nutrição Clínica e Metabolismo (ESPEN) categorizaram a desnutrição relacionada a doença em adultos no contexto clínico como a seguir: desnutrição relacionada a doença crônica e doença aguda ou desnutrição relacionada a lesão.1

Para ler mais sobre a desnutrição relacionada a doença, clique aqui.

  • 1. Jensen GL, Mirtallo J, Compher C et al. Adult starvation and disease-related malnutrition: a proposal for etiology-based diagnosis in the clinical practice setting from the International Consensus Guideline Committee. JPEN 2010;34(2):156-159.

Por que é tão importante combater a desnutrição relacionada a doença?

Pesquisas indicam que a desnutrição relacionada a doença é muito recorrente em pacientes hospitalares no mundo todo. Segundo a Associação Britânica de Nutrição Parenteral e Enteral (BAPEN), um em cada quatro pacientes está em risco de desnutrição.1,2,3 A incidência da desnutrição relacionada a doença é ainda mais alta na América Latina, atingindo quase 50% dos pacientes hospitalares.4

Combater a desnutrição relacionada a doença é importante para reduzir os impactos significativamente negativos sobre os resultados do paciente e custos de tratamento. A desnutrição relacionada a doença afeta pessoas de todas as idades, mas o grupo da faixa etária acima dos 65 anos tem um risco 40% maior.2 A desnutrição tem sido associada a índices mais elevados de morbidade e mortalidade.5 Pacientes desnutridos também são propensos a complicações como infecções6 e tempo maior de internação.7

  • 1. Russell C, Elia M. Nutrition screening survey in the UK. Redditch, BAPEN 2008.
  • 2. a. b. Russell C, Elia M. Nutrition screening survey in the UK. Redditch, BAPEN 2009.
  • 3. Russell C, Elia M. Nutrition screening survey in the UK. Redditch, BAPEN 2011.
  • 4. Waitzberg DL, Caiaffa WT, Correia MITD. Hospital malnutrition: the Brazilian national survey (Ibranutri): a study of 4000 patients. Nutrition 2001;17(7-):573-580.
  • 5. Norman K, Pichard C, Lochs H et al. Impact of disease-related malnutrition. Clin Nutr 2008;27:5-15.
  • 6. Sorensen J, Kondrup J, Prokopwicz J et al. EuroOOPS: an international, multicentre study to implement nutritional risk screening and evaluate clinical outcome. Clin Nutr 2008;27(3);340-349.
  • 7. Elia M, Stratton RJ. A cost-benefit analysis of oral nutritional supplements in preventing ulcers in hospital. Clin Nutr 2005;24:640-641.

O que é nutrição clínica e por que ela é importante?

Nutrição clínica é o manejo adequado do balanço energético de um paciente, fornecendo quantidades suficientes de proteínas, líquidos, vitaminas e minerais, o que é fundamental para a saúde e a resistência à doença. Na maioria dos pacientes, uma ingestão dietética adequada pode ser garantida pelo fornecimento de alimento hospitalar comum e de boa qualidade. Caso as exigências nutricionais não possam ser atendidas com dieta hospitalar oral regular, o suporte nutricional clínico envolvendo suplementação oral, alimentação por sonda enteral e/ou nutrição parenteral (NP) torna-se indispensável.1

Para ler mais sobre nutrição clínica, clique aqui.

  • 1. National Collaborating Centre for Acute Care (UK). Nutrition Support for Adults Oral Nutrition Support, Enteral Tube Feeding and Parenteral Nutrition. NICE Clinical Guidelines, No. 32 London 2006.

O que é Nutrição Parenteral?

A nutrição parenteral (NP) é a infusão intravenosa de nutrientes diretamente na circulação sistêmica, desviando do trato gastrointestinal (GI).1 A adminstração de NP geralmente é reservada para situações em que nenhum outro meio de fornecimento de nutrientes é possível, o que é especialmente importante para pacientes em estado grave. A NP suplementar fornecida aos pacientes em estado grave que recebem menos de 60% de sua meta energética via enteral a partir do quarto dia após a internação na UTI geralmente resulta em uma redução relativa de risco em 30% para infecções nosocomiais, menos dias de antibióticos e desmame mais rápido da ventilação mecânica.2

Para ler mais respeito sobre nutrição parenteral, clique aqui.

  • 1. National Collaborating Centre for Acute Care (UK). Nutrition Support for Adults Oral Nutrition Support, Enteral Tube Feeding and Parenteral Nutrition. NICE Clinical Guidelines, No. 32 London 2006.
  • 2. Heidegger CP, Berger MM, Graf S et al. Optimisation of energy provision with supplemental parenteral nutrition in critically ill patients: A randomized controlled clinical trial. Lancet 2013;381(9864):385-393.

Quais são as outras formas de nutrição clínica?

A administração oral é preferida sempre que o trato gastrointestinal (GI) do paciente está em funcionamento e ele pode engolir com segurança. A nutrição enteral, que inclui suplementos nutricionais orais (SNO) e suplementos enterais ou sonda de alimentação por via do trato GI, é geralmente usada em casos quando o suporte nutricional é limitado.

Por que o foco na América Latina?

Em todo o mundo, um em cada quatro pacientes hospitalares sofre o risco de desnutrição relacionada a doença.1,2,3 Especialmente em países latino-americanos, quase 50% dos pacientes hospitalizados apresentam um quadro de desnutrição, o que impacta negativamente os resultados e aumenta os custos no longo prazo.4  As estatísticas apontam para uma necessidade de suporte aos profissionais da saúde na região com treinamentos e melhor formação em nutrição clínica, para assim combater conjuntamente a alta recorrência de desnutrição relacionada a doença.

  • 1. Russell C, Elia M. Nutrition screening survey in the UK. Redditch, BAPEN 2008.
  • 2. Russell C, Elia M. Nutrition screening survey in the UK. Redditch, BAPEN 2009.
  • 3. Russell C, Elia M. Nutrition screening survey in the UK. Redditch, BAPEN 2011.
  • 4. Waitzberg DL, Caiaffa WT, Correia MITD. Hospital malnutrition: the Brazilian national survey (Ibranutri): a study of 4000 patients. Nutrition 2001;17(7-):573-580.

E se não estou nas regiões listadas no website? Essas informações ainda serão relevantes?

Embora o conteúdo deste website tenha sido elaborado especificamente para os profissionais da saúde na América Latina, o tema geral e as informações contidas aqui se aplicam em qualquer parte do mundo.

Por que a Fresenius Kabi está comprometida a combater a desnutrição relacionada a doença?

A “Unidos pela nutrição clínica” foi criada pela Fresenius Kabi para trabalhar em conjunto com profissionais e autoridades da saúde e ajudar a identificar a desnutrição relacionada a doença, especialmente em países latino-americanos. Como uma fornecedora líder de nutrição enteral e parenteral, a Fresenius Kabi está em uma posição privilegiada para apoiar a luta contra a desnutrição relacionada a doença.

O conteúdo deste website foi confirmado por algum grupo paritário de avaliação?

As informações contidas neste website vêm de relatórios do segmento, importantes periódicos da área da saúde e relevantes sociedades nutricionais internacionais, incluindo a Sociedade Americana de Nutrição Parenteral e Enteral (ASPEN) e a Sociedade Europeia de Nutrição Clínica e Metabolismo (ESPEN), bem como das melhores práticas clínicas desenvolvidas pela Fresenius Kabi.

E se eu precisar de informações adicionais ao que está disponível aqui?

Se você tiver dúvidas sobre qualquer informação contida neste website ou desejar mais informações sobre outros temas, por favor, entre em contato conosco clicando aqui. Faremos o melhor para responder às suas questões ou encaminhá-lo aos especialistas mais habilitados.

Preciso de permissão para compartilhar links ou conteúdos deste website?

Você pode ficar à vontade para compartilhar qualquer conteúdo encontrado neste website com seus colegas. Nossa missão é trabalhar com profissionais e autoridades da saúde no combate à desnutrição relacionada a doença. Compartilhamos a sua determinação de criar melhores resultados para os pacientes.

Posso usar o logotipo?

O uso do logotipo da “Unidos pela nutrição clínica” é limitado aos nossos parceiros de programa e seu uso será permitido dependendo de cada caso. Por favor, utilize nosso formulário de contato para informações adicionais.

Como posso dar sugestões para melhorar ou expandir o website?

Estamos interessados em ouvir suas opiniões sobre como podemos melhorar ou expandir as informações contidas aqui para torná-las o mais relevantes e úteis possível. Sinta-se à vontade para nos contatar e enviar suas ideias, sugestões e feedback sobre este website.

Downloads