Novos dados revelam a extensão do déficit proteico energético em pacientes de hospitais da América Latina | Unidos pela nutrição clínica

Novos dados revelam a extensão do déficit proteico energético em pacientes de hospitais da América Latina

Hospitais se unem no “Screening Day América Latina” e avaliam mais de 1.000 pacientes criticamente doentes

São Paulo, 14 de outubro de 2016 - Em todo o mundo, entre 20% e 50% dos pacientes hospitalares correm risco de desnutrição.1-7 Uma alta prevalência de doenças relacionadas à desnutrição e ao déficit energético em pacientes criticamente doentes impacta negativamente nos resultados clínicos.8-13 Um primeiro passo para a prevenção é a triagem adequada destes pacientes.

Como parte da iniciativa multinacional denominada "Unidos pela nutrição clínicaʺ, a Fresenius Kabi, empresa de saúde global especializada em nutrição clínica, contou com a colaboração de hospitais em oito países da América Latina - Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Panamá e Peru - para organizar o "Screening Day América Latina."

No Brasil, fizeram parte deste projeto 14 hospitais com a participação de inúmeros médicos, enfermeiros, nutricionistas e farmacêuticos para avaliar a atual prática de nutrição clínica em pacientes criticamente doentes. 

No geral, dados de mais de 1.000 pacientes em toda a América Latina estão disponíveis e proporcionam uma compreensão inicial sobre o seu estado nutricional, bem como a presença de déficit proteico energético. Essas conclusões serão apresentadas pela Dra. Karin Papapietro, uma das principais pesquisadoras do "Screening Day América Latina", durante o Congresso da FELANPE deste ano, que será realizado entre os dias 23 e 26 de outubro em Florianópolis, Santa Catarina.

"Dentro da UTI, muitas vezes o paciente recebe apenas metade do que ele deve consumir do ponto de vista nutricional, por várias razões", diz o Dr. Paulo Ribeiro, chefe da equipe multidisciplinar de terapia nutricional do Hospital Sírio-Libanês de São Paulo. "Então, a importância do “Screening Day na América Latina” é documentar esse cenário para sabermos o que realmente está acontecendo e nos concentrarmos nessas dificuldades".

Os resultados desta iniciativa apresentarão uma visão importante sobre a frequência do déficit calórico e a atual manejo nutricional dos pacientes hospitalizados criticamente doentes. Esses resultados permitirão adaptar os padrões, além de melhorar as rotinas dos hospitais, o uso de recursos e os processos.

‟Uma nutrição clínica adequada é de vital importância para a recuperação do paciente", enfatiza o professor Jean-Francois Baron, vice-presidente e diretor médico regional da Fresenius Kabi na América Latina. "A identificação precoce, independentemente da idade ou da condição do paciente, é fundamental para permitir o tratamento adequado. É essencial que os profissionais de saúde tenham essa consciênciaʺ.

Lançada em maio de 2015, a iniciativa "Unidos pela nutrição clínica" visa apoiar os profissionais da saúde em toda a América Latina fornecendo ferramentas de suporte a terapia nutricional, baseadas em dados, online e offline, proporcionando condutas mais adequadas de nutrição clínica a pacientes criticamente doentes.

Infográfico Screening Day América Latina

O Screening Day América Latina foi realizado para obter informações aprofundadas sobre a desnutrição, déficit calórico e a atual prática clínica na América Latina. Este infográfico fornece fatos e informações detalhadas sobre este estudo.

Sobre a Fresenius Kabi

A Fresenius Kabi é uma empresa global de saúde especializada em medicamentos que salvam vidas e tecnologias para nutrição clínica, infusão e transfusão. Nossos produtos e serviços ajudam no tratamento de pacientes com doenças graves e crônicas. Com nossa filosofia corporativa de "caring for life", estamos comprometidos em colocar as tecnologias e os medicamentos essenciais nas mãos de pessoas que ajudam os pacientes a encontrar as melhores respostas para os desafios que enfrentam.

Para mais informações, acesse: www.unidospelanutricaoclinica.com.br e www.fresenius-kabi.com.br

  • 1-7.

    1 Russell C, Elia M. Nutrition screening survey in the UK. Redditch, BAPEN. 2012.

    2 Meijers JM, Schols JM, van Bokhorst-de van der Schueren MA et al. Malnutrition prevalence in the Netherlands: results of the annual Dutch national prevalence measurement of care problems. Br J Nutr 2009;101(3):417-423.

    3 Imoberdorf R, Mayer R, Krebs P et al. Prevalence of undernutrition on admission to Swiss hospitals. Clin Nutr 2010;29(1):38-41.

    4 Schindler K, Pernicka E, Laviano A et al. How nutritional risk is assessed and managed in European hospitals: a survey of 21,007 patients findings from the 2007-2008 cross-sentinel nutrition day survey. Clin Nutr 2010;29(5):552-559.

    5 Agarwal E, Ferguson M, Banks M, Bauer J, Capra S, Isenring E. Nutritional status and dietary intake of acute care patients: results from the Nutrition Care Day Survey 2010. Clin Nutr 2012;31(1):41-47.

    6 Lim SL, Ong KC, Chan YH, Loke WC, Ferguson M, Daniels L. Malnutrition and its impact on cost of hospitalization, length of stay, readmission and 3-year mortality. Clin Nutr 2011;31(3):345-350.

    7 Liang X, Jiang ZM, Nolan MT, Efron DT, Kondrup J. Comparative survey on nutritional risk and nutritional support between Beijing and Baltimore teaching hospitals. Nutrition 2008;24(10):969-976.

  • 8-13.

    8 Stratton RJ, Green CJ, Elia M. Disease-related malnutrition: an evidence based approach to treatment. Wallingford: CABI Publishing 2003.

    9 Norman K, Pichard C, Lochs H et al. Prognostic impact of disease-related malnutrition. Clin Nutr 2008;27(1):5-15.

    10 Sorensen J, Kondrup J, Prokopowicz J et al. EuroOOPS: an international, multicentre study to implement nutritional risk screening and evaluate clinical outcome. Clin Nutr 2008;27(3):340-349.

    11 Elia M. Stratton RJ. A cost-benefit analysis of oral nutritional supplements in preventing uclers in hospital. Clin Nutr 2005;24:640-641.

    12 Elia M, Russell C. Combating malnutrition recommendations for action. BAPEN 2009.

    13 Kruizenga HM, de Jonge P, Seidell JC et al. Are malnourished patients complex patients? Health status and care complexity of malnourished patients detected by the Short Nutritional Assessment Questionnaire (SNAQ). Eur J Intern Med 2006;17(3):189-194.

Downloads